Osteomielite Crônica: Pilares para o tratamento

Para um tratamento de uma osteomielite crônica de sucesso, nós, médicos ortopedistas, devemos seguir alguns passos extremamente importantes. Por isso, vou te falar aqui os 3 pilares fundamentais no tratamento de problemas com essa complexidade.

1 – DESBRIDAMENTO RADICAL: quando falamos de desbridamento, estamos nos referindo à limpeza e retirada de todos os tecidos que estejam contaminados, mortos ou comprometidos pela infecção, seja em ossos, músculos, tendões ou outras partes contaminadas. Aqui, devemos deixar o paciente somente com tecidos em bom estado, mesmo que seja necessário remover uma quantidade de tecidos infectados em excesso .

2 – MANEJO DO ESPAÇO MORTO: quando retiramos tudo que se encontra comprometido no corpo do paciente, ficamos com um “buraco” no local que estava infectado. Nesse momento, precisamos fazer uma reconstrução, seja óssea ou de partes moles. Aqui é quando fazemos o uso de antibióticos diretamente na ferida do paciente.

3 – RECONSTRUÇÃO DE PARTES MOLES: se os tecidos moles não passarem por um processo de reconstrução, a infecção pode reaparecer . Então, recomendo aqui o tratamento em conjunto do cirurgião ortopédico, cirurgião plástico e microcirurgião, já que envolve a manipulação de muitos tecidos e, em certos casos, até enxertos.

Enfim, o bom cirurgião deve se atentar muito a esses três pontos, já que são indispensáveis para a total recuperação de pacientes que sofrem com a osteomielite crônica.

E você, conhece alguém que está sofrendo com infecções ortopédicas? Então, compartilhe essa publicação para que ele(a) entenda como funciona o processo de tratamento desse problema.

Deixe uma resposta

Osteomielite Crônica: Pilares para o tratamento