Falaram que eu sou muito jovem para colocar uma prótese de quadril. Vou ter que conviver com essas dores até ficar idoso?

Provavelmente você sofre há algum tempo com dores no seu quadril. Sua mobilidade está reduzida. Talvez você já tenha lido muitas coisas na internet sobre prótese e sobre sua durabilidade.

Talvez já tenham até falado para você que o melhor momento para se colocar uma prótese é quando ficar mais velho, pois não terá que fazer troca.

Leia também: Osteomielite: entenda o que é uma infecção óssea

Mas qual o problema de realizar mais de uma cirurgia?

Na minha opinião, é melhor que você faça mais de uma cirurgia na vida do que ficar sofrendo vários anos e perdendo bons momentos com sua família e amigos.

A causa dessa discussão é relacionada ao temor que existe de uma cirurgia de revisão, que é mais complicada ou com maiores riscos.

Considerando que uma prótese de quadril tem uma durabilidade de 20 anos, em média, alguém que fosse operado aos 30, teria que trocar aos 50.

Saiba que esse problema tem uma solução bem simples: acompanhamento médico regular.

Com consultas anuais, seu ortopedista consegue determinar se sua prótese está tendo algum mínimo sinal de comprometimento.

Essa análise é feita tanto pelo exame físico quanto pela radiografia. Mínimos problemas requerem cirurgias bem mais simples.

As três etapas mais importantes do acompanhamento são:

1 – Identificar precocemente o problema
2 – Preparar adequadamente o paciente
3 – Executar a cirurgia correta o mais breve possível.

Com essas medidas, temos segurança de operar pacientes em qualquer idade. Não perca preciosos anos de sua vida. Agende hoje sua avaliação ortopédica especializada.